Todos os artigos de Associação Ecogerminar

ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DO INTERIOR, DE PROMOÇÃO DO COMÉRCIO SOLIDÁRIO, DO ECOTURISMO E DE LUTA À DESERTIFICAÇÃO RURAL

A EcoGerminar apresenta: I Edição de Cinema ao Ar Livre – CALBI

No âmbito dos princípios de economia solidária, a Associação EcoGerminar (www.ecogerminar.org) está a desenvolver um Ciclo de Cinema ao Ar Livre, com carácter itinerante, sem fins lucrativos, no concelho de Castelo Branco e Idanha-a-Nova, nomeadamente na cidade de Castelo Branco e no Ladoeiro.

A primeira sessão terá lugar no Ladoeiro, já no dia 09 de Setembro, onde será feita uma homenagem ao recentemente falecido fadista  José Fontes Rocha, com a exibição do documentário “As Cordas de Amália” da produtora Terra Liquida,  e contará com a presença do fadista da terra Rui Aziago.

A cidade de Castelo Branco também será palco de uma sessão cimematográfica ao ar livre. As sessões terão lugar no Anfiteatro do Museu do Cargaleiro, situado na zona histórica da cidade e  recentemente inaugurado.

Na primeira noite de cinema, dia 22 de Setembro, quinta-feira, será exibido o já consagrado filme “Ainda há Pastores?” do realizador Jorge Pelicano. Este filme poético e delicado aborda a temática da transumância, tendo já conquistado cerca de 14 prémios nacionais e internacionais como o Prémio “Lusofonia” (Melhor filme língua portuguesa), Cine Eco 2006, Seia, Portugal , Prémio Imprensa Caminhos do Cinema Português 2007, Coimbra, Portugal, Menção Especial no 2º Festival Internacional de Cine Documental de la Ciudad de México.Prémio Green Award, EFFN – Environmental Film Festival Network 07, Torino, Itália. Vale  a pena voltar a ver esta magnífica obra na cidade de castelo branco.

O dia 23 de Setembro será marcado pelo carácter artístico e de interacção com o público uma vez que será exibido o filme “Cruzeiro Seixas – O vicio da Liberdade” cedido pela produtora Terra Liquida. Assim esta noite terá como pano de fundo uma exposição de pintura surrealista do pintor albicastrense Jacinto Alves e uma sessão de poesia que apelará à participação do público.

O encerramento desta sessão, no dia 24 de Setembro,  brindará a assistência com outro género cinematográfico: as curtas metragens “Temperar a Gosto” cedido pela produtora Anexo 82 , “Ce n’est pás une chanson d’amour”, “Fiapo – A Short Poetry Film” cedido pela produtora Base Comunicação audiovisual e “Telefona-me!” da produtora Entrar em Palco. Todas estas produções foram galardoadas com diversos prémios cinematográficos.

A entrada é livre e todas as sessões se realizarão às 21h30.

A Associação EcoGerminar apela à solidariedade dos participantes que poderão contribuir com bens alimentares a ser distribuídos a famílias carenciadas da Comunidade Cristã Renovada.

 Sem dúvida um momento de descontracção ideal para as noites amenas que se avizinham.

Newsletter Ecogermina-te Nº1

É com orgulho que publicamos a Edição 1 da nossa Newsletter trimestral. Foi graças a si e para si que a equipa da Ecogermina-te decidiu dar continuidade à edição experimental – a Edição 0.
Nesta edição, o tema  é o Voluntariado e destacamos a entrevista a Fernanda Freitas, apresentadora do programa “Sociedade Civil”, da RTP2, coordenadora nacional para o Ano Europeu do Voluntariado.
Disponível para download em:

Pintor Jacinto Alves no Bell’s

A Associação EcoGerminar irá promover a exposição de pintura “Arte pela Arte IV”  do albicastrense Jacinto Alves (jacintoalves.wordpress.com). A sessão de inauguração terá lugar sexta-feira, dia 15 de Abril, pelas 18h00, no Bell’s Bar, na Praceta Miguel Torga, em Castelo Branco. Esta terá a duração de 15 dias e a entrada será gratuita.

“Tenho apenas uma ambição indescritível de agarrar tudo aquilo que vejo e que sinto, encontrando um meio de o expressar.” Jacinto, 1995

Esta iniciativa vai ao encontro de uma das áreas de intervenção da EcoGerminar, a Economia Solidária (economia promotora da igualdade de oportunidades), que visa promover o empreendorismo social para criação de “riqueza”, entendida não numa vertente financeira, mas como as redes de apoio e solidariedade criadas. Para além disso, cumpre ainda um dos seus objectivos basilares, o de promover as regiões do interior, através da divulgação dos seus produtos, neste caso, a arte.

BIOGRAFIA:

Paulo Jorge Jacinto Alves nasceu em Castelo Branco, em1970, tendo desde novo manifestado o seu gosto pela arte. Começou a pintar como artista autodidacta desde cedo e foi aperfeiçoando a sua técnica ao longo dos anos. Para além da pintura a óleo e carvão, domina também a arte das esculturas em arame e ferro.

Tem vindo a apresentar a sua obra em exposições colectivas e individuais desde 1988 em Castelo Branco e outras localidades do distrito.

Actualmente, paralelamente à sua actividade profissional, tem como forte ambição dedicar-se mais intensamente à pintura, estando a desenvolver, em conjunto com a Associação EcoGerminar, uma estratégia de divulgação da sua obra, através da realização de exposições e da criação do blogue jacintoalves.wordpress.com.